Sobre o BITH11

Além de um ativo de grande importância tecnológica, o Bitcoin passa a ser considerado por muitos como uma potencial reserva de valor. Sua base monetária previsível, a segurança da sua rede descentralizada e o fato de que ele é um ativo descorrelacionado das demais classes de ativo chamaram a atenção de importantes investidores em geral e, recentemente, de renomados investidores do mercado financeiro tradicional, que junto com o crescimento da rede, fizeram que o Bitcoin se valorizasse milhares vezes na última década.
O BITH11 é um produto que oferece acesso ao Bitcoin de forma simples, segura, regulada e sustentável na Bolsa Brasileira.
Acesse os documentos para consultar o Regulamento do Fundo e os Fatores de Risco.
Objetivo do
produto

O fundo busca retornos de investimentos que correspondam de forma geral à performance em Reais (R$), antes de taxas e despesas, do Nasdaq Bitcoin Reference Price ("NQBTC" ou "Índice"), que foi desenvolvido pela Nasdaq para fornecer em tempo real o preço de referência do Bitcoin.
Polí­tica de
investimento

Para atingir seu objetivo, o fundo investirá no mínimo 95% de seu patrimônio em cotas do fundo de índice alvo, o Hashdex Nasdaq Bitcoin ETF que, por sua vez, investe em ativos financeiros emitidos e/ou negociados no exterior, em particular, Bitcoin ou em posições compradas no mercado futuro, de modo a refletir de modo geral a performance do NQBTC.
Público
alvo

O fundo é destinado a investidores em geral que aceitem os riscos inerentes ao investimento e busquem rentabilidade condizente com o objetivo do fundo. Caso o investimento no fundo seja realizado por investidor não residente, o investidor não residente deverá avaliar a adequação da aquisição das cotas do fundo à legislação aplicável em sua jurisdição.

Principais indicadores da Hashdex

Gestora do BITH11

6
fundos distribuídos
em 20 corretoras
+
5
reais sob
gestão (AUM)
Bi
+
250
cotistas
Mil
ETF em
criptoativos da B3
Características
Benchmark NQBTC
Taxa de administração total 0,7% a.a.*
Moeda R$
Administrador Banco Genial S.A
Gestor Hashdex Gestora de Recursos Ltda
Custodiante Banco Genial S.A
Código de negociação BITH11
Código ISIN da cota BRBITHCTF004
* Essa taxa inclui 0,1% de custo Brasil + 0,6% de estrutura offshore.
Características
Benchmark NQBTC
Taxa de administração total 0,7% a.a.*
Moeda R$
Administrador Banco Genial S.A
Gestor Hashdex Gestora de Recursos Ltda
Custodiante Banco Genial S.A
Código de negociação BITH11
Código ISIN da cota BRBITHCTF004
* Essa taxa inclui 0,1% de custo Brasil + 0,6% de estrutura offshore.
Rentabilidade
Rentabilidade Data Cota Dia Mês Ano 12 meses Início Patrimônio líquido (R$)
BITH11 18/10/2021 81.8042373657 - - - - - 116.315.077,12
Início do fundo: 03/08/2021

Perfomance não informada até que o fundo complete seis meses a partir da data da primeira emissão de cotas, conforme artigo 50 da ICVM 555

Rentabilidade Data Cota Dia Mês Ano 12 meses Início Patrimônio líquido (R$)
BITH11 18/10/2021 81.8042373657 - - - - - 116.315.077,12
Início do fundo: 03/08/2021

Perfomance não informada até que o fundo complete seis meses a partir da data da primeira emissão de cotas, conforme artigo 50 da ICVM 555

Dúvidas?

Veja as respostas para as dúvidas mais frequentes.
Bitcoin
O que é o Bitcoin?
O primeiro e mais famoso criptoativo foi lançado de forma pseudônima há mais de uma década. Em essência, o bitcoin (BTC) é o criptoativo nativo da Rede Bitcoin, que permite que seus participantes negociem entre si sem a necessidade de um intermediário em que ambos confiem. O BTC é altamente divisível (pode-se possuir valores tão baixos quanto 0,00000001 BTC) e a sua oferta total é estritamente limitada a 21 milhões de unidades.
Por que o Bitcoin pode ser considerado uma reserva de valor?
O bitcoin pode ser considerado uma reserva de valor devido a algumas de suas características, similares às do ouro: durabilidade, fungibilidade, escassez e divisibilidade. A diferença reside, porém, no fato de o ouro ter sua escassez determinada pela natureza, enquanto o bitcoin tem a escassez definida por seu protocolo, que determinou a emissão máxima de 21 milhões de unidades.
Quem está investindo em Bitcoin?
Ao longo do ano de 2020, muitos renomados investidores admitiram investir em bitcoin. Stanley Druckenmiller, Paul Tudor Jones e Chris Wood, são alguns dos nomes a endossar a tese do bitcoin como reserva de valor e o investimento na criptomoeda.
Sobre o produto
Como encontrar o BITH11 na B3?
A partir do dia 5 de agosto de 2021, as cotas do ETF poderão ser adquiridas via qualquer home broker com acesso à B3, com o ticker BITH11. Eventual mudança em tal data será comunicada previamente ao público.
Qual é a estrutura do BITH11? O investidor compra cotas de qual fundo?
De maneira simplificada, o investidor comprará cotas do BITH11, que é constituído no Brasil e regulado pela Instrução 359/02, da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Este fundo, por sua vez, investirá em cotas do Hashdex Nasdaq Bitcoin ETF, fundo constituído nas Ilhas Cayman e listado na Bermuda Stock Exchange (BSX). Essa estrutura (ETF brasileiro que adquire cotas de ETF estrangeiro) é utilizada por diversos ETFs disponíveis na B3.
Qual é a taxa de administração?
A Taxa de Administração do BITH11 é de 0,1% ao ano (a taxa de administração máxima, incluindo o fundo de índice alvo, é de 0,7% ao ano). Além da taxa de administração paga pelo BITH11 ao administrador, existem outras taxas e despesas assumidas pelo BITH11, tais como impostos, contribuições federais, estaduais e/ou municipais, honorários dos auditores independentes, entre outras. Para conhecer a relação completa e encargos prevista, consulte o Regulamento do BITH11, na seção Encargos.
Que tipo de investidor pode adquirir cotas do BITH11?
O BITH11 pode receber investimentos de investidores em geral (ou seja, não está limitado a investidores qualificados ou profissionais). Especificamente, o BITH11 será acessível por qualquer pessoa física ou jurídica que: (i) esteja legalmente habilitada a adquirir cotas do BITH11; (ii) aceite todos os riscos inerentes ao investimento no Fundo; e (iii) busque retorno de rentabilidade condizente com o objetivo do BITH11.
Qual é a diferença entre investir em criptoativos via fundos da Hashdex disponíveis em plataformas e via o ETF BITH11?
O BITH11 oferece a investidores em geral exposição próxima de 100% ao bitcoin. Atualmente, o fundo Hashdex Bitcoin Full 100 FIC FIM - que também oferece exposição próxima de 100% ao bitcoin - se destina apenas aos investidores qualificados, em atenção às regras estabelecidas pela CVM. Além disso, a compra e venda de cotas é feita no ambiente da B3, via home broker, como se fosse uma ação. Isso permite exposição ou saída imediata ao ativo a preços de mercado (se houver liquidez), sem os prazos normais de cotização e resgate aplicáveis aos demais fundos.
Qual é a posição da CVM em relação a investimentos em criptoativos?
A CVM já possuía interpretações sobre investimentos em Criptoativos por fundos regidos pela Instrução 555/14, consolidada nos Ofícios Circulares n. 1/2018/CVM/SIN e 11/2018, que permitia tal investimento de forma indireta, desde que observadas determinadas condições. Com a aprovação do Hashdex Nasdaq Crypto Index Fundo de Índice (HASH11), primeiro ETF que permite a exposição aos Criptoativos na B3, essa possibilidade foi aplicada também a um fundo de índice, regido pela Instrução CVM 359/02.
Se houver demanda, o fundo pode crescer?
Sim. Diferentemente de fundos fechados, os ETFs podem continuar a emitir cotas indefinidamente, desde que haja liquidez de seus ativos subjacentes. Por buscar replicar o NQBTC, o tamanho máximo do BITH11 é definido pela liquidez do bitcoin. Havendo demanda de investidores e liquidez em tal mercado, o BITH11 pode continuar a crescer após a primeira emissão de cotas.
A quais riscos o investidor está sujeito ao adquirir cotas do BITH11?
O investidor está sujeito aos riscos inerentes ao mercado de Criptoativos, dentre outros. Para uma lista exaustiva dos riscos, vide os Fatores de Risco do fundo, na aba “Documentos” deste site.
Quais fatores influenciam o preço de negociação do ETF?
Os preços de negociação do ETF no mercado secundário variam, entre outros fatores, de acordo com o preço dos Criptoativos e com a oferta e demanda de cotas do fundo na B3.
Como é a tributação do BITH11?
De maneira geral, 15% de IR sobre o ganho de capital para alienação de cotas no mercado secundário. Não há IOF e come-cotas. Mais informações sobre a tributação podem ser encontradas na aba “Taxas e Tributação” deste site.
Sobre o fundo master e o índice
O que é o Hashdex Nasdaq Bitcoin ETF (“HNB ETF”)?
O HNB ETF é um fundo constituído e organizado de acordo com as leis das Ilhas Cayman que oferece aos investidores exposição ao bitcoin. O HNB ETF visa replicar o Nasdaq Bitcoin Reference Price (“NQBTC”), índice desenvolvido pela Nasdaq para calcular em tempo real o preço do bitcoin.
O que é o NQBTC?
O NQBTC é um índice de referência (benchmark), desenvolvido pela Nasdaq, que acompanha o preço do bitcoin denominado em dólares americanos. O Índice aplica uma metodologia de precificação baseada em um conjunto de fontes de preços para indicar o preço final de referência para o bitcoin.
Qual o papel da Nasdaq no NQBTC e no HNB ETF?
A Nasdaq é a administradora do NQBTC, o Índice que o BITH11 busca refletir. A Nasdaq contratou a CF Benchmarks Limited como agente de cálculo do NQBTC.
Sobre ETFs
O que é um ETF?
ETF (Exchange Traded Fund) é um fundo de investimentos cujas cotas são listadas para negociação numa bolsa de valores. No Brasil, eles são chamados também de Fundos de Índice e suas cotas são negociadas na B3. ETF buscam replicar a performance de um índice por meio da aquisição de uma cesta de ativos que compõem o índice de referência.
Como investir em ETF?
O investimento em um ETF se dá: (i) no mercado primário, por meio da emissão de novas cotas por solicitação dos chamados “agentes autorizados” (bancos ou corretoras credenciados para tanto); ou (ii) no mercado secundário, pela compra de cotas negociadas na B3, permitindo que o investidor compre ou venda cotas a qualquer momento (se houver liquidez), via seu home broker.
Quais fatores influenciam o preço de negociação de um ETF?
As cotas de um ETF são negociadas de maneira similar às ações, com sua cotação variando segundo o valor dos ativos subjacentes e a oferta e demanda na B3. Uma característica específica dos ETFs é o chamado mecanismo de arbitragem: (i) quando o valor da cota do ETF na B3 excede o valor patrimonial da cota (ou seja, quando houver ágio), o agente autorizado pode solicitar a criação de novas cotas para vendê-las no mercado secundário, reduzindo o ágio. Da mesma forma, quando a cotação de um ETF for inferior a seu valor de patrimônio líquido (ou seja, quando houver deságio), o agente autorizado poderá adquirir cotas do fundo na B3 e solicitar seu resgate, reduzindo o deságio.

A autorização para venda e negociação de cotas do fundo não implica, por parte da CVM, garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade do fundo ou de seu administrador.

Clique aqui para entrar no site da CVM e confirmar que este é um fundo cadastrado.
Telefone para contato da CVM: 0800 025 9666 ou (21) 3554-8557.